Névoa Blush ou Esbranquiçado na Resina Epóxi

Névoa, Blush e Esbranquiçado na Resina Epóxi, e agora, o que eu faço? Mais comumente conhecido blush de maquiagem, ele tem uma tendência a deixar o rosto com menos brilho, mais aveludado, meio fosco e na Resina esse termo é associado muito similarmente.

Por que essa aparência enevoada na resina epóxi?

Quando a gente fala em blush da em resinas epóxi nos estamos falando sobre uma aparência muitas vezes enevoada, esbranquiçada e em alguns casos até oleosa.

E porque isso ocorre? Basicamente ocorre em dois tipos de famílias de endurecedores. Nas aminas e nas amidas.

E como isso ocorre? Eles formam o que nos chamamos de carbamatos. Eles reagem como o CO2, o dióxido de carbono existente na atmosfera.

Ele reaje com o radical hidrogênio e forma carbamatos que podem se apresentar no formato de sais ou de carbamoil, numa aparência meio oleosa.

Mas tirando um pouco toda essa química do lado. Por que que isso acontece? Alguns endurecedores, são mais propícios que outros, então eles têm maior disponibilidade para essa reação que outros.

Então quando você for adquirir o endurecedor, se isso for indesejável você, escolha o endurecedor para a temperatura ideal que você vai aplicar.

Névoa, Blush e Esbranquiçado na Resina Epóxi são prejudiciais?

Névoa, Blush e Esbranquiçado na Resina Epóxi são prejudiciais?

O blush nem sempre é prejudicial quimicamente ou mecanicamente para o produto. Então tem a ver mais com estética.

Acontece de duas formas quando você escolheu o produto errado para aplicação que você quer, ou quando você aplicou o produto de forma errada ou em condições erradas.

Determinados produtos que você quer que não tenha essa aparência você tem que escolher o produto ideal para aquela condição.

Ou seja, se eu tenho um endurecedor que ele dá muito blush, e pra minha estética é importante, obviamente eu escolhi o produto errado ou eu até escolhi o produto certo, mas apliquei de forma errada ou em condições errada.

Isso significa que se eu não pesei direito, se eu não misturei direito, ele vai ter uma tendência a poder ocorrer isso.

Ou se eu o apliquei numa condição de temperatura do substrato da parte que você aplicou e do ambiente errado.

Qual a condição ideal de aplicação para não acontecer Névoa, Blush ou Esbranquiçado na Resina Epóxi?

Qual a condição ideal de aplicação para não acontecer Névoa, Blush ou Esbranquiçado na Resina Epóxi?

Se você costuma aplicar normalmente numa condição onde ele está quente, onde eu tenho condição de calor boa, ele tem uma reação mais rápida e ele fica pouco tempo em contato com o CO2 do ar.

Então essa possibilidade acontece menos, ou se eu faço uma aplicação onde eu tenho uma maior espessura um maior volume onde há um pequeno aquecimento.

Na reação esse calor de reação da resina faz com que o blush também não aconteça, ou aconteça muito pouco.

Quando eu faço aplicações em espessuras muito finas, a resina não tem condições de aquecer.

A temperatura ambiente é um fator primordial porque a resina, não vai gerar calor suficiente para que ele evite esse blush.

Outra coisa que pode acontecer é muito comum às pessoas ao misturarem o produto, fazerem a aplicação numa condições de temperatura elevada.

O que vai acontecer? Vão acontecer de aparecer algumas estrias, algumas colmeias fazendo células porque isso acontece porque a mistura ela aparentemente apesar de você achar que ela foi bem misturada, não foi.

O que é mais importante saber para que esse problema não aconteça com a resina epóxi?

O que é mais importante saber para que esse problema não aconteça com a resina epóxi?

A escolha do sistema que você vai aplicar seja lá em qual condição, sendo que a estética lhe é muito importante, tem que seguir certas regras:

Primeiro você não vai poder aplicar resina em qualquer condição.

Não adianta, por exemplo, você dizer que a temperatura ambiente estava naquele momento a 25°, mas a superfície onde você estava aplicando não estava nessa temperatura.

Ele de repente passou dias ou meses com uma temperatura muito fria e é uma alvenaria ou metal ele tem uma temperatura muito baixa.

Se você está numa condição que não é a ideal, aconselho não aplicar ou procure um sistema que possa ser aplicada naquela condição que você tem de temperatura, na condição de umidade muitas vezes também.

Existem alguns produtos que são específicos para a baixa temperatura, então se você realmente necessita aplicar uma condição de baixa temperatura, tem endurecedores específicos.

Não é tão simples de achar, mas existem endurecedores para baixas temperaturas com certeza.

Ele só deve ser aplicado para a baixa temperatura, porque se você for aplicar esse mesmo endurecedor para o local de temperatura mais elevada, você não vai ter tempo de trabalho.

O que eu posso fazer se a temperatura onde eu moro oscila muito?

O que eu posso fazer se a temperatura onde eu moro oscila muito?

Dependendo da aplicação, se você tiver condição de criar um ambiente controlado para a sua aplicação é muito melhor.

Onde você por exemplo, tem uma produção de alguma peça e você quer a mesma condição o ano inteiro, indiferente das condições climáticas.

Você pode ter uma estufa ou um suporte onde você pode fazer o aquecimento com lâmpadas de infravermelho.

Tenha sempre uma condição que você possa regular esta temperatura tanto para cima quanto para baixo.

Se você tiver e quiser ter uma regularidade de produção de algum tipo de peça que você faça com resina, porque se não você vai estar sujeito às variações do tempo.

Na época muito quente vai ter que acelerar muito a reação, e na época muito fria vai acontecer de ele se tornar muito lento e poder dar um blush.

Se você produz peças, procure investir um pouco no controle de temperatura da aplicação das suas resinas.

Conheça mais dos nossos conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail contato@guiadaresinaepoxi.com.br.

Compartilhar nas redes sociais:

Gutemberg Motta

Writer & Blogger

Artesão e professor de arte marinha com resina epóxi. Sou Criador do blog Guia da Resina Epóxi, o maior site sobre resina epóxi do Brasil por onde já ajudei mais de 500.000 (mil) pessoas pelo mundo com conteúdos sobre artes com com resina epóxi.

Hoje ensino como fazer ondas perfeitas com a resina e gerar renda extra trabalhando de casa.

Através dos meus cursos, Máquina de Ondas e Mar de Resina, que foram criados para pessoas que são apaixonadas pelo mar, se identificam com a resina epóxi, amam trabalhos manuais e querer aprender a criar e vender peças de resina com o efeito oceano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gutemberg Motta

Últimos Postados

  • All Post
  • Arte Marinha
  • Artesanatos
  • Bancadas de Porcelanato Líquido
  • Dicas de Venda
  • Mesas Resinadas
  • Piso Líquido

Curso Máquina de Ondas

Faça parte no nosso grupo

Receba novidades antecipadamente

PArabéns! Você foi cadastrado! Algo deu errado!

Tags

Edit Template

Esse site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.