Cura da Resina Epóxi, veja qual o tempo total

Uma dúvida comum entre quem trabalha com resina é saber se qual o tempo total de cura da resina epóxi.

É fundamental que essa etapa seja respeitada para que não ocorram problemas na fase de lixamento e polimento.

  • Uma resina mal curada pode deformar-se facilmente ao lixá-la pois, o processo abrasivo gerado pela lixa gera calor e pode por todo seu trabalho a perder!
  • Para eliminar, de uma vez por todas, essa dúvida e deixar com que você inicie seu processo de lixamento e polimento sem medo, a equipe da Guia da Resina Epóxi preparou esse artigo para você.

Antes de abordarmos o assunto da cura, que é o foco deste artigo, faz-se necessário esclarecer uma pequena questão

Secagem e cura da resina epóxi, qual a diferença, afinal?

Qual o Tempo de Cura da Resina Epóxi

Secagem

Após um tempo, que pode variar de algumas horas ou alguns dias (varia de acordo com o tamanho da peça), a resina apresenta o que chamamos de secagem.

  • É, basicamente, o processo de mudança de estado físico da resina, do líquido para o sólido. Ele é necessário para que a cura da resina se inicie.

Então, podemos dizer que a secagem é uma das etapas da cura. Afinal, não é possível que a resina cure sem ter secado antes, não é mesmo?

Cura

A cura, diferente da secagem, não é apenas uma questão de a resina epóxi alterar seu estado físico.

  • Trata-se do resultado de todas as propriedades que a resina pode oferecer como dureza, resistência mecânica e física.

Dependendo de vários fatores, como qualidade da resina, tamanho da área trabalhada, temperatura do ambiente e material que compõe a superfície da aplicação, o período de cura completa pode chegar a alguns meses!

Temperatura: aspectos a considerar

Qual o Tempo de Cura da Resina Epóxi

Dentre todos os fatores que citamos, o principal e que tem maior influência direta no tempo de cura da resina é a temperatura do ambiente.

  • Alguns profissionais nem se arriscam a começar um trabalho grande durante o inverno de algumas regiões do nosso país.
  • Isso nos dá uma boa noção do quanto a temperatura do ambiente deve ser levada em consideração!

Vamos entender como levar em consideração alguns aspectos relacionados à temperatura do ambiente pode ser decisivo para o seu trabalho.

Se a temperatura do ambiente estiver muito fria, a resina pode entrar em um estado conhecido como dormência.

Cursos de Resina Epóxi

Conheça os 3 cursos de resina epóxi online mais vendidos do Brasil e veja que 1 deles não é pra qualquer um. Clique aqui para conferir.

Ao atingir esse estado, ela não entra em processo de cura até que seja exposta a uma temperatura alta novamente.

  • Outro aspecto a se levar em consideração quando se fala em cura são as especificações técnicas.

Cada fabricante pode ter indicações e recomendações distintas para os produtos que ofertam. A dica aqui é: consulte o fornecedor.

O fornecedor geralmente é alguém especializado no que vende, assim, ele pode ser um grande aliado ao começarem a surgir dúvidas sobre aspectos em geral do produto.

Como saber se a resina está totalmente curada?

Agora que você já sabe que a temperatura é o fator mais importante de todo o processo para saber qual o tempo de cura da resina epóxi.

E o que é aconselhável que você tire as dúvidas sobre especificações técnicas com um fornecedor de confiança você deve estar se perguntando: “Com eu faço para saber se a minha peça com resina epóxi está totalmente curada?”

  • Existem algumas maneiras de se verificar se o seu trabalho de resina epóxi já chegou ao ponto de cura recomendado.
  • Alguns métodos, muito precisos exigem aparelhos específicos e necessitam praticamente de um ambiente laboratorial.

A boa notícia é que não é necessário ter um laboratório em casa para checar se sua resina está devidamente curada ou não.

Os métodos de verificação do estado de cura da resina que nos interessam são os mais práticos e possíveis de se executar em casa.

Um ótimo recurso para mensurar a cura da resina é a medida da dureza da peça.

  • É possível fazer essa verificação utilizando-se um aparelho chamado durômetro.
  • O equipamento não costuma ser muito caro e oferece uma informação relativamente precisa sobre o estado da resina.

Outra forma de se verificar o nível de cura pode ser através de um ataque químico. 

  • A ideia do ataque químico consiste em usar um pedaço de algodão umedecido com um solvente e passar levemente sobre a superfície da resina. 
  • Se restarem alguns fios do algodão na superfície ou você perceber que peça alterou, ainda que pouco, seu aspecto, é um mau sinal!

Não é necessário esfregar com força, apenas uma passada bem leviana é o suficiente.

Conclusão sobre o qual o tempo total de cura da resina epóxi

Névoa Blush ou Esbranquiçado na Resina

Você imaginava que esse assunto poderia ser tão extenso assim? 

Se você conhecer outros métodos para testar a cura da resina, nos deixe nos comentários! 

Gostou do nosso manual? Se conseguimos ajudar você a tirar alguma dúvida com ele, nos deixe um feedback nos comentários abaixo! 

Se você tem alguma sugestão para um futuro artigo, deixe um comentário abaixo para a gente! 

Grande abraço e até a próxima! 

Conheça mais dos nossos conteúdos gratuitos do blog

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso email contato@guiadaresinaepoxi.com.br

2 comentários em “Cura da Resina Epóxi, veja qual o tempo total”

  1. Gnt será que é possível usar potes de resina para colocar velas aromatizadas? Considerando que terá dentro dele a sera e o pavil que ao fim poderá esquentar diretamente o fundo com a resina?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Esse site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.